Um blog de Joaquim Gagliardini Graça

segunda-feira, fevereiro 09, 2009

Buracos

Tirando o caso das casas oferecidas (que nunca mais ouvimos falar), diz-se que António Costa anda ocupado a pagar dívidas. Compreendo a situação e até concordo com o esforço de a corrigir mas o abandono a que a cidade foi vetada deita por água abaixo a bondade do mesmo.
Lisboa está outra vez cheia de buracos, suja e até o estacionamento selvagem, uma das bandeiras de campanha, não só não acabou como piorou.
Para este Governo foi fácil controlar o défice através do aumento brutal da carga fiscal. Já o controlo da despesa, uma tarefa difícil e imperativa para a saúde das contas públicas falhou redondamente, apesar do clima favorável reinante. Tendo em conta que a margem para aumentar impostos já não existe, alguém no futuro terá que fazê-lo com os custos sociais e políticos que certamente daí advirão.
O mesmo se passa em relação à CML. Abandonar a cidade para pagar dívidas é fácil e não só não resolve a vida de quem cá vive como compromete de maneira grave o futuro financeiro da mesma. A reconstrução não será barata e alguém vai ter que pagá-la.

1 comentário:

betadina disse...

sobretudo dá muita pena! e como não há dinheiro é vender o património a privados, para porem e disporem dele...